Reminiscências coloniais e sentidos midiáticos: a identidade brasileira em Portugal

  • Wellington Teixeira Lisboa Universidade de Coimbra
Palabras clave: Historia, cultura, medios de comunicación, identidad, imaginarios.

Resumen

En este artículo se analizan las representaciones de Brasil en el actual imaginario portugués, identificando el papel de los medios de comunicación portugués en los procesos de construcción y legitimación de una identidad brasileña. Las relaciones entre Historia, Cultura y Medios de Comunicación son el tema central que vamos a explorar en este artículo.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

ALVES, Luís A. M. 2000. O brasileiro: ausência e presença no Portugal oitocentista. In Portugal,Comissão Nacional para os Descobrimentos Portugueses. Os brasileiros de torna-viagem no Noroeste de Portugal. Lisboa: CNCDP.

APPADURAI, Arjun. 2004. Dimensões culturais da globalização. Lisboa: Teorema.

CORTESÃO, Jaime. 2000. A carta de Pêro Vaz de Caminha. Lisboa: Imprensa Nacional Casa da Moeda.

COSTA, Jorge P. da. 2003. Telenovela: um modo de produção. O caso português. Lisboa: Edições Universitárias Lusófonas.

CUNHA, Isabel F. 2005. Brasileiras em Portugal: Fragmentos de uma realidade ficcionada. Comunicação apresentada no Congresso Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. Rio de Janeiro. Brasil.

CUNHA, Isabel F. & SANTOS, Clara A. (coords.). 2004. Media, Imigração e Minorias Étnicas. Lisboa: Observatório da Imigração.

CUNHA, Isabel F & SANTOS, Clara A. (coords.). 2006. Media, Imigração e Minorias Étnicas II. Lisboa: Observatório da Imigração.

HALL, Stuart. 2003. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Organização Liv Sovik. Tradução Adelaide La Guardiã Resende et. al. Belo Horizonte: Editora UFMG; Brasília: Representação da UNESCO no Brasil.

LOPES et. al. 2002. Vivendo com a telenovela: mediações, recepção, teleficcionalidade. São Paulo: Summus.

LOURENÇO, Eduardo. 1999. A Nau de Ícaro seguido de Imagem e Miragem da Lusofonia. Lisboa: Gradiva.

MARTÍN-BARBERO, Jesus. 1997. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Trad. Ronald Polito e Sérgio Alcides. Rio de Janeiro: Editora UFRJ.

MARTÍN-BARBERO, Jesus. 2002. Ofício de cartógrafo. Travessias latino-americanas da comunicação na cultura. Tradução de Fidelina González. São Paulo: Edições Loyola.

MARTÍN-BARBERO, Jesus & Rey, Germán. 2001. Os exercícios do ver: hegemonia audiovisual e ficção televisiva. Trad. Jacob Gorender. São Paulo: SENAC.

OROZCO, Guillermo. 2001. Televisión, Audiências y Educación. Buenos Aires: Norma.

RIBEIRO, Margarida C. & FERREIRA, Ana P. (orgs.). 2003. Fantasmas e fantasias imperiais no imaginário português contemporâneo. Porto: Campo das Letras.

SANTOS. Boaventura de S. 2006. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. Volume 4. Porto: Edições Afrontamento.

SANTOS, Boaventura de S. 2001. Entre Prospero e Caliban. In Ramalho, Maria I. & Ribeiro, António S. (orgs.) Entre ser e estar: raízes, percursos e discursos da identidade. Colecção A sociedade portuguesa perante os desafios da globalização. Porto: Edições Afrontamento.

VITÓRIO, Benalva da S. (2005) Imigração brasileira em Portugal. A identidade cultural nas margens do dizer. Pesquisa de Pós-Doutorado integrada à investigação Mídia, Imigração e Minorias Étnicas, Instituto de Estudos Jornalísticos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Referências eletrônicas

CUNHA, Eneida L. 2002. O Brasil no imaginário português. In Revista Semear, no 6.

http://www.letras.puc-rio.br/catedra/revista/6Sem_11.html (Acesso em Maio de 2006).

CUNHA, Isabel F. 2003. A revolução de Gabriela: o ano de 1977 em Portugal.

http://www.bocc.ubi.pt/_esp/autor.php?codautor=762 (Acesso em Abril de 2006).

MACHADO, Igor J. de R. 2003. Cárcere público: processos de exotização entre imigrantes brasileiros no Porto, Portugal. Tese de doutoramento. Universidade de Campinas.

http://www.ufscar.br/~igor/public/carcere%20publico%204.pdf (Acedido em Dezembro de

.

Publicado
2008-12-15